Delicadezas

O que são essas palavras doces
carregadas por braços de aço
cruzando limites
ferindo o ego?

O que são essas sílabas claras
que transbordam sussurros
aquém do abismo
anterior todas as perguntas...?

 Eu nunca saberia
porque os braços trabalham cegamente,
as mãos agitam a água que tocam,
os dedos lastimam o cálice sagrado.

 Eu nunca saberia
parar os pés que marcham
como se um dia após o outro
fosse uma grande vitória.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cidade de Deus

Circunstancial