N de nada

01:58

Se se a luz do sol se fragmenta em suas cores
e quebram
em cristais de gelo coloridos
caindo revoltosos
no fundo escuro em ausência
pregado no reflexo momentâneo
por trás da cortina do mundo
vejo você a mim
vejo
(não vejo)
você
(não vejo)
a mim
(não vejo)
nada.

Se se a luz do sol se fragmenta em suas cores
e quebram
em cristais de gelo coloridos
somos o gelo nos cristais, ardendo doloridos..

Você pode gostar também:

4 comentários